Notícias

Tal pai, tal filho

Tal pai, tal filho

"É gratificante”. É assim que o motorista Dirceu da Silva, 40 anos, fala quando olha para o filho Isaías da Silva, 20 anos, que também é colaborador da Marechal, mas na função de cobrador. Pai de sete filhos, Dirceu garante que é um orgulho ter Isaías atuando na mesma área profissional. “Eu construí minha história dentro do transporte público de Brasília. Vendo meu filho seguindo meus passos, me deixa bastante satisfeito".

A profissão do pai sempre esteve presente na vida de Isaías. "Cresci dentro do ônibus junto com ele. Desde a época da antiga empresa, vivenciei muitas coisas com meu pai. Isso é importante”. Agora, o cobrador sonha em trilhar os passos do seu herói com as suas próprias pernas. "Meu pai é meu orgulho. Ver ele 'batendo' o volante dentro do ônibus todo dia é gratificante. Tenho vontade de seguir os passos dele como motorista. Agora é correr atrás das oportunidades com os meus méritos."