Notícias

Concluída terceira implosão de rocha na Epia

Concluída terceira implosão de rocha na Epia

Mais uma etapa de implosão da rocha às margens da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia) na saída norte foi concluída dentro do esperado na tarde deste domingo (11). Com 1,5 tonelada de explosivos, distribuídos em 145 perfurações, foram detonados aproximadamente 4,5 metros cúbicos da pedra, às 15h15. O trânsito ficou liberado cerca de 15 minutos depois.

Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) estima que serão necessárias outras três operações como a de domingo. A expectativa é que a próxima ocorra já em 18 de setembro. A detonação foi a terceira que ocorreu no mesmo lugar. Nas duas primeiras — em 17 e 24 de julho —, escavou-se o total de 5,5 metros da superfície da rocha.

governo de Brasília ficou responsável pela segurança da operação. A JM Terraplanagem e Construções, construtora que toca as obras no local, despejou e compactou argila na rocha para reduzir o ruído e o espalhamento de detritos. A Motavi Demolições e Terraplanagem, empresa contratada pela JM, fez a implosão.

Para garantir a segurança das pessoas, o DER-DF interditou 5,2 quilômetros entre os balões do Torto e do Colorado exatamente às 14h40, conforme o previsto. A JM notificou moradores de 37 casas e os comerciantes de cinco estabelecimentos no raio de 300 metros do ponto de implosão para que deixassem os locais.

Restos da rocha serão usados nas obras da Ligação Torto-Colorado

Os restos da pedra serão usados no aterro das obras da Ligação Torto-Colorado. De acordo com o diretor-geral do DER-DF, Henrique Luduvice, que acompanhou a implosão, avalia-se que a rocha tenha cerca de 100 metros de comprimento, 70 metros de largura e profundidade variada. A operação é necessária para as obras de ampliação do sistema viário Ligação Torto-Coloradoe do Trevo de Triagem Norte, que seguem normalmente em outros locais. Um dos viadutos previstos no projeto será construído exatamente onde houve as três detonações.

As intervenções beneficiarão 100 mil motoristas que passam pela saída norte de Brasília todos os dias. Serão dez obras no Trevo de Triagem Norte, entre pontes, viadutos e túneis, feitas para distribuir o fluxo de veículos com destino ao Plano Piloto, levando ao Eixo Rodoviário Norte-Sul (Eixão), à W3, aos Eixinhos Leste e Oeste e à L2. Somadas às passagens previstas na Ligação Torto-Colorado — construção de uma pista marginal à DF-003 e novos acessos aos condomínios —, serão 23 intervenções.

No total, as benfeitorias vão custar R$ 207 milhões — R$ 146 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), R$ 51 milhões de contrapartida do governo de Brasília e R$ 10 milhões da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap).

Além do DER, estavam na ação de hoje servidores da Defesa Civil, responsável pela organização dos órgãos envolvidos, do Corpo de Bombeiros Militar, dasPolícias Civil e Militar, da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb), daCompanhia Energética de Brasília (CEB) e da Subsecretaria Integrada de Operações em Segurança Pública, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social. O efetivo foi de 47 pessoas.

 

Fonte: Agência Brasília